Entrevista Luciana Mello e Ike Levy

Entrevista Luciana Mello e Ike Levy para vocês leitoras queridas, com o maior prazer do mundo, para trazer um pouquinho mais da vida desse casal lindo com filhos encantadores. A Luciana, todo mundo conhece, cantora, filha de Jair Rodrigues, dona de uma voz aveludada, com personalidade e agradável. O Ike,  fotógrafo (super reconhecido por sinal) colunista na Revista Pais e Filhos e recentemente autor do blog Fotografilhos. Ambos agora pais de dois: o Tony e da Nina. Espero que gostem da entrevista.

entrevista luciana mello e ike levy

Primeiramente, obrigadíssima por aceitarem meu convite e bem-vindos ao Clube da Fraldinha. Adoro o Fotografilhos e adorei o post que você conta que já apelidaram o Tony de ChocoTony de tão rechado que está (morri). Obrigada.

Já faz um tempinho que vocês deixaram de ser pais de primeira viagem, mas passaram pelas mesmas dificuldades que muitos pais passam hoje. Qual foi o maior desafio que vocês enfrentaram ao receber um bebezinho tão pequeno sob a responsabilidade de vocês?
LU: E’ uma responsabilidade muito grande ter em casa bebezinho tão pequeno e uma meninona grande como a Nina (de 5 anos), mas a gente estava realmente esperando o Tony, ele foi um bebê programado e sabíamos por tudo o que íamos passar. Amamos ter filhos e sempre digo que nasci para ser mãe. Eu vivo para eles, respiro por eles, canto para eles.
IKE: Vivemos num país onde a arte não é muito valorizada. Como nós dois somos artistas, sempre bate aquela insegurança, será que vamos dar conta de tantas responsabilidades e contas? Mas as crianças nascem com poderes e os caminhos se abrem. Não é fácil, mas acaba dando tudo certo.
entrevista luciana mello e ike levyrafilhos3
Li recentemente que vocês estavam sem babá desde que o Tony completou 40 dias. Como vocês passaram a administrar os dois pequenos? E a maneira de encarar as tarefas do dia-dia dos filhos?
LU: Realmente e’ muito difícil, eu tenho a sorte de contar com a nossa funcionária que ajuda muito, de ter esse pai maravilhoso que e’ o Ike que me ajuda bastante. Agora, por exemplo, estou em Goiânia, vim fazer show e trouxe o Ike de “babá” (risos), temos as vovós também, então acredito que só e’ possível se podemos contar com a família e se nos dividimos nas tarefas.
IKE: É verdade. A babá da Nina fez uma conta muito simples: dois filhos, o dobro do salário. Como ela não é duas, essa matemática não funciona, rs… Pelo menos aqui em casa. Como os meus horários são flexíveis, sempre consultamos a agenda. Quando tem show, não tem fotos. Nem as fotos do show eu consigo fazer mais… Tenho ficado no camarim com o Tony. E posso dizer que eu adoro! Um dia nos hospedamos em um hotel antigo, bem cansadinho. O Tony chorou firme e eu disse: -É filhão, vai se acostumando. Outro dia ficamos em um belo hotel, tudo novinho, confortável e bonitão. Ele ameaçou chorar e eu disse: -Aqui não, da uma olhada… Ele me olhou e sorriu.


Acho que toda mulher tem um desejo instintivo por ter mais filhos, mas nem sempre desejar basta, é preciso ter conta outros fatores. Como foi se aventurar na segunda gestação da Lu e vocês têm planos para continuar?
LU: Foi maravilhoso ! Nossas duas experiências foram maravilhosas, os dois foram programados e tivemos uma sorte grande de termos a felicidade de ter um casal, mas não temos mais planos de continuar não (risos). Está bom assim já. Gostamos de criar os filhos perto, mas trabalhamos muito e pra gente só e’ possível mesmo com dois.
IKE: Eu tenho irmãos e a Lu também. Crescemos com muitos primos e viagens de férias que ficam pra sempre em nossas lembranças. A Nina começou a pedir um irmão e resolvemos atender. Acho importante aprender a dividir. Ter um irmão é aprender a compartilhar tudo, até o carinho dos pais.


Ike como você descreveria a Lu como mãe e Lu, como você descreveria o Ike como pai?
 LU: O Ike e’ o melhor pai que meus filhos poderiam ter e e’ um marido maravilhoso, um cara que eu admiro muito, tem inúmeras qualidades e temos os mesmo valores, pensamos da mesma foram para criar os meninos e prepará-los para o mundo.
IKE: Quando nos casamos, não sabemos como aquela mulher será como mãe. É claro que observamos a família mas quando vem os filhos, são muitas questões em jogo.
Mulheres são muito complexas, todos sabemos disso. rs  … Mas a Lu é a melhor mãe que eu poderia escolher aos meus filhos. Gestações impecáveis com dor nas costas desde o começo. Como ela é muito alta, sentiu dores na costas. Mas nada que a impedisse de viajar até o final das duas gestações. Dois partos normais. Que aliás eu acabei de escrever um post no Fotografilhos dizendo que esse nome deveria mudar. Normal pra quem está fora da sala de parto. Aquilo é um espetáculo da natureza humana.

entreista luciana mello e ike levy

Amor de mãe e pai é poderoso, e quando são dois filhos?
 LU: Nosso amor e’ incondicional, vivemos para eles e hoje nossos sonhos mudaram de quando éramos solteiros, mas tudo vale a pena quando vemos aquelas carinhas de amor e esquecemos de todo o resto. Somente quem e’ mãe sabe o que e’ isso.
IKE: Eu cheguei a ter essa dúvida, normal. Será que vou amar tanto o segundo filho? Hoje eu respondo tranquilamente. Sim. Nuca imaginei ser tão apaixonado por um “cara” na minha vida.
entrevista luciana mello e ike levy
Educação, arte e cultura caminham juntos no conceito do casal? Como vocês oferecem esses recursos à Nina e Tony?
LU: Caminham super juntos, nos trabalhamos com arte e cultura, eu cresci dessa forma. Então oferecemos isso pelas nossas vidas, pela música, fotografia, artes plásticas, na dança, levamos a Nina ao teatro, o Tony já foi a alguns show, e’ importante para os dois.
IKE: Na nossa casa, sempre ouvimos música de qualidade. A Nina canta Nat King Cole desde que começou a falar. Outro dia ela acordou toda descabelada, se olhou no espelho e disse: -Nossa, tô a cara da Maria Bethânia. rsrs Quando vamos pra escola, temos um combinado. Eu não ouço notícias e ela não assiste dvd. É hora de observar a natureza e falar sobre conhecimentos gerais, como por exemplo: Os movimentos da terra. As glândulas salivares e etc… A Nina tem aulas de mandarim na escola e daqui a pouco é ela quem vai nos ensinar.
entrevista luciana mello e ike levy
Lu, você como filha de músico e cantora, poderia explicar um pouquinho para nossas leitoras como a música auxilia no processo de aprendizado das crianças além de trabalhar habilidades motoras, sensitivas etc..?
Demais!! Acredito muito nisso, vim de uma casa muito musical. Tive esse incentivo e incentivo as crianças dessa forma. Trabalhar a audição, percepção e sensibilidade, desde a barriga e para criança de uma forma lúdica e’ também uma forma de ativar tudo isso. O Tony `as vezes está chorando, eu coloco uma música ou canto e ele se acalma. A Nina tem a sorte de ter música na escola, ate’ crianças hiper-ativas quando mexem com música ou tem contato com um instrumento se acalmam.

Aqui em casa somos muito ” viajeiros”  também. Qual a viagem inesquecível em cia dos filhos que vocês já fizeram?
Pode ser clichê, mas chorei de emoção ao ver os olhos da Nina brilhando quando fomos a Disney. Mesmo com o Tony na barriga, a Lu encarou vários brinquedos semi-radicais com a Nina. Aqui, quem enjoa é o pai. Nós também viajamos muito , um lugar que adoramos e vamos sempre que podemos é a Bahia. Além do clima e da gastronomia, temos ótimos amigos por lá.
 index
O que vocês podem dizer aos casais que passam por dificuldades no relacionamento depois da chegada dos filhos? Como manter a chama do amor acesa?
LU: Acho que se o filho e’ programado e’ mais fácil, quando não e’ deve ser muito mais difícil porque filho da trabalho mesmo. Acho que o segredo mesmo e’ amar e respeitar além de ter paciência. Se você ama e respeita consegue coisas maravilhosas.
IKE: Um filho realmente muda a estrutura do casal. Se não for uma relação de amor e amizade verdadeira, acho difícil suportar. É preciso que o casal tenha os mesmos valores e que se ajudem de verdade.  Hoje em dia é normal que o pai se envolva.  Acho ótimo e muito importante para a família.  Aos poucos vamos retomando os jantares românticos, cinema e programas à dois.    Isso até o teste da farmácia te dar a notícia do segundo filho.
 
entrevista luciana mello e ike levy
Como eu falei, o Ike tem um blog super bacana, chamado Fotografilhos. Ele dá dicas, conta histórias emocionantes (como a do Musical Tributo à Elis com o Jair Rodrigues – eu li !!) e retrata a paternidade de uma maneira toda especial. Ike, como surgiu essa idéia? A Lu palpita ou não? Como funciona isso?
 LU: Agora fazemos o blog juntos, eu participo. Dou dicas de coisas legais, tem o Fotografilhos pelo mundo. Na verdade não e’ um palpite, e’ ajudar mesmo, eu colaboro com o que eu posso e toda a família participa.
IKE: Sou fotógrafo desde muuuito tempo. Iniciei minha carreira em 1998 nos Estados Unidos, de lá pra cá fotografei diversos assuntos.  Quando a Lu engravidou eu fique bastante envolvido com o momento e passei a fotografar além da nossa barriga, a gestação de outras famílias.  Fui também convidados a fotografar para a Revista Pais & Filhos e a minha carreira migrou pra esse universo da família. Quando a Nina nasceu, eu contava as minhas experiências na redação da revista e logo sugeriram que eu tivesse uma coluna no blog da Pais & Filhos para compartilhas as minhas histórias com os leitores.  A principio a coluna se chamou FOTOGRAFILHA.  Com o nascimento do Tony mudamos para o plural e resolvi criar o meu próprio blog para me aprofundar nos assuntos.  Mas mantive a coluna no blog da revista (clique aqui).
E não parei por aí.  Quando descobrimos que o segundo filho seria menino, eu que sou apaixonado por Kombis, fui procurar um quarto com esse tema.  É claro que não encontrei.  Mas encontrei uma “doida” que topou desenvolver um quarto exclusivo comigo.  Ficou lindo!! E com o sucesso, lançamos uma linha de enxoval e perfumaria com o tema retrô. É a coleção Ike Levy by Dip En Dap. A marca Chicletaria assina os Bodys para bebês e a Cavalera desenvolveu as camisetas Fotografilhos de adultos.
 
Prazer enorme ter recebido vocês aqui no Clube da Fraldinha. Contem conosco sempre!
 LU: Obrigada querida e’ isso, obrigada pelo carinho e qualquer coisa estamos aqui.
IKE:O prazer foi todo meu.  Vamos nos unir e compartilhar conteúdo de qualidade para todos. Muito obrigado pelo espaço e contem sempre com a gente.
Bjão do Ike,  Pai da Nina e do Tony.

entrevista luciana mello e ike levy

 

23 Comments on Entrevista Luciana Mello e Ike Levy

  1. Adriana
    11/17/2014 at 14:35 (8 years ago)

    Que família linda!!! adorei conhecer um pouco mais desta família que eu já admirava a muito tempo
    Beijos
    Adri

  2. Nanda
    11/17/2014 at 15:44 (8 years ago)

    gosto muito dela
    acho ela muito linda
    gostei bastante da entrevista
    e como a mais velha parece com o pai

    lindos

  3. melissa
    11/17/2014 at 18:19 (8 years ago)

    Sou fã das fotos do Ike,a companho no instagram!Muito legal conhecer um pouco mais dos dois!
    Bjs

  4. Mãe Sem frescura
    11/17/2014 at 20:14 (8 years ago)

    Olá, Mari.

    Adorei a entrevista.
    Conheci a Luciana pessoalmente no evento da Nestlé e ela é super simpática.
    Bjs,

  5. Jamilly Lima
    11/17/2014 at 20:22 (8 years ago)

    Adorei a entrevista e conhecer mais da rotina do casal.

    beijos

  6. CIBELE
    11/17/2014 at 20:50 (8 years ago)

    Familia linda! adorei! lindos os filhos dela! bjo

  7. Amanda Coimbra
    11/17/2014 at 21:06 (8 years ago)

    Que bela família, adorei conhecer. bjos

  8. Ike Levy
    11/17/2014 at 23:45 (8 years ago)

    Mari, muito obrigado pelo espaço no Clube da Fraldinha!
    A entrevista ficou linda com as fotos e tanto carinho.
    Conte sempre com a gente…
    Bjão! Ike, Lu, Nina e Tony 😉

  9. Juliana Pelizzari Rossini
    11/18/2014 at 13:14 (8 years ago)

    Amei a entrevista. Que fotos lindas da família.
    Adorei quando disseram que se viraram sem babá, um ajudando o outro,com ajuda da família… Isso mostra que o amor, paciência e apoio, tudo se resolve… E a vida muda mesmo, com a chegada dos filhos, mas aos poucos, a gente vai conseguindo a fazer os programinhas de casal…
    Amei o bate-papo.
    Bjs
    Ju
    Mãe Sem Fronteiras

  10. ludmyla
    11/18/2014 at 23:57 (8 years ago)

    Que familia linda. Adorei a entrevista,eles são super simpáticos.
    Beijos

  11. Anonymous
    11/19/2014 at 11:35 (8 years ago)

    Que linda entrevista.
    Adorei conhecer mais sobre a Luciana e o do Ike.
    Formam um casal lindo,e mostraram que vivem em perfeita sintonia.
    Bjs
    Vivi e Isaac

  12. Genis Linda
    11/21/2014 at 09:40 (8 years ago)

    Sabe o que eu acho legal? É saber que a maternidade/paternidade nos torna muito parecidos, independente da classe social, status etc. Muito legal conhecer a experiências de outras famílias. Bjs. Meu Mundo Materno

Leave a Reply