Terrible two

terrible two

Terrible two. Quem passou ou está passando por essa fase do famoso terrible two vai poder compreender melhor o que acontece com os pequenos durante essa fase. Se você está longe disso, não se iluda minha amiga, porque quando você menos espera chega, e te asseguro que é melhor estar preparada psicologicamente. Pensando nisso, a Psicóloga Carla Ribeiro discorre com sabedoria sobre o tema em sua Coluna mensal aqui do blog. Divirta-se !! Terrible two (ou não) para vocês.

Seu anjinho está crescendo e irá descobrir que não se pode controlar ao seu modo tudo o que deseja, e de repente, do sorriso se fez um choro inconsolável, uma birra sem tamanho, um chilique que você imaginava que só o filho dos outros poderia fazer… e que só o botão materno da paciência, do amor e da disciplina poderão driblar tais comportamentos… do terrible two?

Talvez você se questione se está ou não vivendo uma “nova fase”, o que muitos chamam ser a famosa crise dos dois anos, mas a convido a uma breve reflexão. Não seria natural um bebê que após consecutivas conquistas, como por exemplo aprender a andar, a manipular objetos (mesmo que com pouca destreza), a compreender pedidos e circunstâncias de beijos, tchau e ordens simples não queira dar ordens também a tudo que o cerca? Afinal, como um bebê aprende que após movimentar a maçaneta a porta magicamente abre?

O modelo do cotidiano ensina muito. Atitudes e comportamentos dos pais são um importante espelho aos baixinhos, pois as intervenções adequadas garantem, impulsionam e promovem o emprego coerente das descobertas que passam a compor uma grande lista dos pais orgulhosos com ampliação crescente do vocabulário, a organização no curso do pensamento, a capacidade de explorar o mundo e tomar decisões garantem aos pequenos a certeza de que podem interferir no mundo de acordo com sua vontade. O que, evidencia um processo de maturação emocional.

O bebê que passa a ser titulado como menino ou menina a partir dos dois anos, percebe que a brincadeira pode acabar antes mesmo do seu desejo… e se depara cada vez mais com a frustração.

Frustração é um sentimento, uma experiência interna e particular, decorrente da não realização de um desejo, a expectativa não correspondida. Ele se exterioriza como comportamento gerado de tensão interna, experienciado e expresso geralmente, como uma sensação de tristeza e aborrecimento ou, em alguns casos, o desespero.

A frustração tende a conduzir o sujeito a se adaptar a situações adversas, já que evidencia o desafio, a persistência, a criatividade e tantos outros potenciais para alcançar a realização do objetivo, por isso tão importante ao desenvolvimento infantil. Do contrário, uma criança muito protegida ou que as vontades e desejos sempre foram prontamente atendidas pode ter dificuldades em compreender a realidade, que inevitavelmente traz frustrações atreladas ao dia a dia, assim, uma criança despreparada para suportar frustrações pode vir a ser um adulto que se senta constantemente insatisfeito ou que desenvolva crises emocionais por razões ínfimas.

terrible two

Cabe esclarecer que não se pode, resumir e sintetizar a dificuldade adaptativa dos adultos à superproteção dos pais já que há inúmeros fatores que influenciam nessa formação, mas, a superproteção pode sim influenciar e contribuir na inabilidade de experienciar a frustração. Assim, trabalhar já na criança aos dois anos de idade a capacidade de adiar a recompensa é uma forma estratégica adaptativa e comportamental que está sendo deixada de lado em tempos de consumismo desenfreado, em que o choro é muitas vezes apaziguado com presentes, guloseimas, negociação e ganhos secundários.

Portanto se seu(sua) filho(a) chora aos berros quando quer algo busque não atende-lo logo após o grito, não pense no que lhe dará menos trabalho agora, porque esta lógica costuma ser inversamente proporcional, ou seja, o que dará menos trabalho aos pais agora certamente dará mais trabalho depois. Recriar estratégias nestas relações e no presente são importantes para o futuro dos nossos filhos.

Carla Ribeiro

29 Comments on Terrible two

  1. Cibele Lima
    11/13/2014 at 21:28 (7 years ago)

    Interessante esse post, não sabia que levava esse nome, mas já ouvi falar nesse tipo de atitude da criança! bjo

    Reply
  2. Thaty Oliveira
    11/13/2014 at 20:41 (7 years ago)

    Caio está com 2, é um amor mas tem hora que falta paciência mesmo! Não obedece, não respeita as regras… É tenso.

    Reply
  3. Nanda
    11/13/2014 at 21:47 (7 years ago)

    passei com a minha primeira e
    me preparo para com a minha segunda
    o amor e a paciência
    são essenciais nessa fase
    como diz é uma fase e
    vai passar

    linda noite bjs

    Reply
  4. Jamilly Lima
    11/13/2014 at 23:07 (7 years ago)

    Fase difícil e so tem uma receita: amor e paciência. Vivênciamos essa fase bem intensamente e quando saímos senti-me mais forte. Beijos http://www.maeparasempre.com

    Reply
  5. Lilia e Ingrid
    11/14/2014 at 13:59 (7 years ago)

    Com dois filhos, sendo um maior de idade e outra de 15 anos posso dizer. Tudo passa! hehe. É complicado, é difícil, parece que não vai passar, mas passa. É só ter fé e amor. Claro, paciência também é fundamental.
    Beijos

    Reply
  6. Cristiane
    11/14/2014 at 14:39 (7 years ago)

    Olha essa fase foi tensa!! Custei a acreditar na mudança brusca de atitudes, assim de uma hora pra outra. Mas é muito carinho, amor, paciência em doses imensas nos ajudam a passar por isso e ajudá-los a lidar com as frustrações e todo esse novo universo. bjss

    Reply
  7. Roberta Aquino
    11/17/2014 at 12:40 (7 years ago)

    Uauuu ..felizmente nunca passei por isso com a Luma … nem sei como agiria .. nossa .. amei o post e todas as informações .. sempre aprendo coisas novas por aki .. obrigada!

    ✿*´¨)*
    ¸.•*¸.• ✿´¨).• ✿¨)
    (¸.•´*(¸.•´ Roberta Aquino
    <a href="http://www.talmaetalfilha.blog.br//&quot; Tal Mãe, Tal Filha Blog

    Reply
  8. hey
    01/05/2021 at 14:09 (6 months ago)

    Taxi moto line
    128 Rue la Boétie
    75008 Paris
    +33 6 51 612 712  

    Taxi moto paris

    Wonderful blog! Do you have any suggestions for aspiring writers?
    I’m planning to start my own site soon but I’m a little lost on everything.

    Would you suggest starting with a free platform like WordPress or go
    for a paid option? There are so many choices out there that I’m totally confused ..
    Any tips? Bless you!

    Reply
  9. superbeets
    01/16/2021 at 04:49 (5 months ago)

    We stumbled over here from a different page and thought I should check things out. I like what I see so i am just following you. Look forward to checking out your web page repeatedly.|

    Reply
  10. wgsxtrdwoi
    03/11/2021 at 06:15 (3 months ago)

    Muchas gracias. ?Como puedo iniciar sesion?

    Reply
  11. ZurOM
    04/23/2021 at 06:41 (2 months ago)

    Medicament information leaflet. Short-Term Effects.
    pregabalin generic cost in the USA
    Some information about meds. Read here.

    Reply
  12. Janey Bratt
    05/06/2021 at 06:53 (2 months ago)

    I have been surfing on-line greater than 3 hours lately, yet I never found any interesting article like yours. It is pretty worth sufficient for me. In my opinion, if all webmasters and bloggers made just right content material as you probably did, the net can be a lot more useful than ever before.|

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *