Pais perfeitos para o Facebook ver

Impressipaiperfeitoonante como de repente, de um dia para o outro todos os pais do planeta se tornaram pais perfeitos, ou melhor, “os melhores pais do mundo”. Até ontem, colegas, amigas e vizinhas reclamavam entre elas sobre a não-participação do marido nas tarefas dos filhos.

As queixas, como sabemos (porque eu escuto, tu escutas, ela escuta), não são poucas. Passam de não saber (leia-se querer) trocar fraldas, dar banho, limpar a banheira, pegar o remédio certo, encontrar as camisetas de manga curta no armário, abrigar quando faz frio, lavar a mamadeira, … que eu consideraria como quotidianas não-profundas, até o brincar e o dar atenção.

Aí o buraco é mais embaixo, e a realidade da maioria é de pais que só conjugam esses verbos sob demanda. “Amor, brinca um pouco com o “João” enquanto eu faço o jantar?”. “Amor, vamos desligar a Tv e dar um pulo no parquinho?”, “Porque não inventam alguma coisa? Ele passou o dia inteiro comigo!”. Quem nunca? Ou, quem sempre?

Chato, muito chato. Mas mais chato ainda é fingir que está tudo bem porque é dia dos pais e socialmente falando as mães ainda querem ser “boas mulheres” ou se sentem pressionadas pela avalanche de mães cujos maridos supostamente se enquadrariam como pais “perfeitos” por 1 só dia, fazendo homenagens heróicas no facebook, instagram, snap chat e similiares. Como pode que um pai precise sempre de uma mãe para ser o melhor pai que ele possa ser?

Mas se metade do meu e do seu rol de amizades posta que tem um pai-marido herói em casa, deve estar se conformando com essa realidade mecânica que se reduz em eu falo e você faz. Ou… mente pra você, pra mim, quando chora as pitangas naquele momento de roda de mães, ou bate-papo de parquinho, ou almoço das meninas. Não é possível! Estou sem entender.

Alô mundo! Vamos repensar as dedicatórias do dia dos pais, se elas não são 100% sinceras e reais. Não é necessário. É muito mais digno postar aquela foto LINDA que você tem, pai e filho, contando como esse homem tem se esforçado, ou como vocês estão se dedicando em formar uma família real, estruturada, forte e consolidada, ou sei lá … postar pra que?, se as pessoas continuam reclamando e todos sabem?

Já sei que cada um usa a rede social como bem entende (e blábláblá), mas não se trata disso. Se trata de princípios, se trata do que você é e do que você quer. Se trata de construir um futuro livre de hipocrisia, uma sociedade limpa, um lugar real, amoroso e feliz para se viver em família. Se parece utopia, por favor, me devolvam ao meu planeta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *