A interferência da alimentação na saúde bucal

Alimentação. Oi pessoal, chegamos com atualizações na Coluna de Nutrição. Como anunciado, esse e os próximos textos serão assinados pela Nutricionista Mariana Duro. Hoje escolhemos um texto simples que parece não ser praticado pela maioria, infelizmente ainda tem gente que acha frescura controlar a alimentação dos filhos. A consequência direta disso é a quantidade de crianças com cáries e dentes desgastados. Falamos sobre 3 alimentos maléficos para os dentes.

Mariana Duro é membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional, Pós-graduada em Nutrição Funcional e Fitoterapia Funcional e Pós-graduanda em Nutrição Esportiva Funcional e faz parte do quadro de profissionais da Clínica Villa Vita (Lapa-SP).

Bem-vinda !!

Alimentação

Açúcar

O açúcar é o alimento mais prejudicial aos dentes do seu filho, pois é rapidamente metabolizado e transformado em ácido, o que reduz o pH do meio oral e causa a desmineralização (perda de minerais) do esmalte dentário.

Evite oferecer alimentos ricos em açúcar diversas vezes ao dia. Recomenda-se que a ingestão de guloseimas aconteça no máximo uma única vez ao dia e, de preferência, logo após a refeição, pois o açúcar age de maneira menos prejudicial quando metabolizado com outros alimentos.

Cafeína

A cafeína, presente no café, chá mate e refrigerantes a base de cola, quando ingerida principalmente com açúcar, causa os mesmos problemas que os doces e guloseimas, além de provocar pigmentação causando o amarelamento dentário.

Alimentos cítricos

Quando ingeridos sem escovação imediata, os alimentos cítricos (laranja, limão e tangerina) podem provocar erosão dentária, pois apresentam em sua composição o ácido cítrico que diminui o pH bucal, agindo na estrutura dos dentes, além de acelerar a desmineralização.

  • A alimentação do seu filho deve ser rica em alimentos saudáveis, como frutas frescas, legumes e verduras (para garantir o pH adequado do organismo, além do aporte de vitaminas e minerais);
  • Evite adoçar os alimentos (estimule-o perceber o sabor natural dos alimentos);
  • Durante o dia, ofereça lanches com horários estabelecidos (a cada 2 ou 3 horas) para que se torne mais fácil o hábito da escovação;
  • Crie no seu filho o hábito de sempre escovar os dentes e usar o fio dental após as refeições;
  • Evite alimentos gordurosos e doces durante a noite, pois neste período há uma menor produção de saliva, ou seja, perde-se a proteção natural contra a formação de ácidos, favorecendo o aparecimento das cáries;
  • Evite que seu filho tome refrigerante, suco e leite adoçados com açúcar quando for dormir.

 

 

Mariana Duro – Nutriçao Funcional, Esportiva e Fitoterapia

Rua: Sales Júnior, 642 – Alto da Lapa – São Paulo/S.P

Tel. (11) 3832-1062/1063 Whats app (11) 9 4744-5642

http://www.marianaduro.com.br

Facebook (clique)

Instagram (clique)

1 Comment on A interferência da alimentação na saúde bucal

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *